segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

CALENDÁRIO ESPOSTIVO DE LAGOA NOVA RN.

Visando organizar os eventos esportivos no município de Lagoa Nova, a coordenadoria de esportes divulga o calendário esportivo de 2015. Em reunião realizada no dia 20 de dezembro de 2014, com representantes de equipes do município ficou definido  pela 1ª  vez no município, a realização e elaboração do esporte lagoanovense através do seu calendário, que definiu datas de torneios, campeonatos(veteranos, abertos e de base), jogos escolares(JOMEL e Copa da Prevenção), congressos técnicos, afim organizar o esporte de nossa cidade.  De acordo com o coordenador de esportes Josian Victor,” Esta foi a forma que encontramos para organizar de forma democrática, onde ouvimos as sugestões dos dirigentes de equipe e desportistas, que culminou com a elaboração deste calendário”. 
Calendário Esportivo de Lagoa Nova 2015
Meses
Eventos
Janeiro
Ø Torneio São Sebastião
Ø Campeonato de Futsal dos Veteranos (a partir da segunda quinzena)
Ø Torneio do Palmeiras do Umarizeiro
Fevereiro
Ø Torneio do São Paulo do Buraco de Lagoa
Ø 1º Congresso Técnico referente ao Ruralzão 2015
Março
Ø Torneio do América de Chico Adão
Ø 2º Congresso Técnico referente ao Ruralzão 2015
Abril
Ø Abertura do Ruralzão 2015
Ø 3ª Copa da Prevenção (PROERD)
Maio
Ø 1ª Etapa dos Jogos Internos do Angelita Félix 2015 (JIAF)
Junho
Ø Final do Ruralzão 2015
Ø Torneio do Esporte do sítio São Francisco
Julho
Ø 1º Congresso Técnico do Campeonato Municipal de Campo
Ø 2º Congresso Técnico do Campeonato Municipal de Campo
Ø Torneio do PA Santana
Agosto
Ø Torneio do PA José Milanês
Ø Abertura do Campeonato Municipal de Campo
Ø Congresso técnico do JOMEL
Ø Torneio do Santa Cruz da Baixa Verde
Setembro
Ø Jogos Municipais Escolares Lagoanovenses (JOMEL)
Ø Congresso Técnico do Campeonato de Futsal
Ø Torneio do Santa Cruz da Baixa Vede
Outubro
Ø Início do Campeonato de Futsal
Ø Final do Campeonato de Futebol de Campo
Novembro
Ø Torneio do Distrito Manoel Domingos
Ø Campeonato de Futebol de Campo de Veteranos
Ø Torneio do Atlético da Macambira
Dezembro
Ø Final do Campeonato de Futsal
Ø Torneio do Vila Nova da Baixa Verde
Ø Taça Caju
Ø Torneio do Santa Luzia (Vitória)
Ø Final do Campeonato de Futebol de Campo de Veteranos
Calendário organizado em reunião com os representantes das equipes do município de Lagoa Nova/RN no dia 20/12/2014.

sábado, 24 de janeiro de 2015

TODO CUIDADO É POUCO: ESTUDO REVELA QUAL É A POSIÇÃO SEXUAL MAIS PERIGOSA PARA O HOMEM!

"Mulher em cima" pode causar a fratura do pênis do homem, diz pesquisa brasileira.
A posição sexual em que a mulher fica em cima do homem durante a relação é considerada a mais perigosa. De acordo com pesquisadores e cientistas da cidade de Campinas, interior de São Paulo, tal posição é responsável por metade de todas as fraturas penianas sofridas durante o sexo. O estudo foi publicado no jornal Advances in Urology.

De acordo com as informações do jornal The Independente, foram examinados 44 casos de homens com fratura de pênis, durante um período de 13 anos. Desses, 42 casos foram em consequência da “perigosa” posição sexual.

Segundo o estudo, a fratura peniana pode acontecer pois a mulher controla o pênis com seu peso corporal inteiro durante o ato sexual. A parceira pode não perceber ou não interromper quando acontecer houver  ” uma penetração errada”.

Para os pesquisadores, a posição mais segura durante o sexo é a que o homem fica em cima da mulher, que também é bastante comum. Desta forma, o homem de controlar os seus movimentos e não ser manipulado, assim ele terá controle, no caso de sentir alguma dor.
Fonte: R7

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

JOVEM DE 27 ANOS FOI ENCONTRADA MORTA, NA SUA RESIDÊNCIA NO SITIO BAIXA VERDE 2

Na manhã desta quinta (22) a jovem Andriele Avelino Medeiros Victor (27 anos) foi encontrada morta em sua própria residência no Sítio Baixa Verde 2 município de Cerro Corá.
Ela morava sozinha e já fazia 02 dias que seus familiares não tinham notícia dela Hoje pela manhã eles foram até sua residência. A Polícia Militar foi acionada e foi até o local e acionou o ITEP para remoção do corpo.
O corpo apresentava sinais de espancamento, mas só o ITEP irá comprovar o que ocasionou o óbito.

Fonte esquadrão Resgate

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

É PRECISO DA TEMPO PARA QUE A TURMA POSSA DOMAR O PESADO "ELEFANTE"

Qualquer análise sobre a administração Robinson Farias, corre o risco de parecer mero chororô de ressentidos ou simples empolgação de quem ainda não tem a menor ideia do que é e como funciona o poder na nossa província.
A razão disso é simples: o governo mal começou. É preciso dar tempo para que a turma do CC aprenda a pilotar a pesada máquina administrativa. Os rottweilers do outro lado da ponte precisam, portanto, abrandar o latido. Enxergar fumaça onde não há fogo agora é uma tolice. Assim como fingir espanto diante de coisas que são café pequeno perto das lambanças  patrocinadas pelos governos anteriores, não é mesmo?

Por outro lado, os novos palacianos têm que esfriar o sangue. Críticas sempre vão existir. Boas e ruins. Sinceras e maliciosas. É preciso saber conviver com elas. Algumas merecem respostas; outras, nem tanto. Também não adianta dourar a pílula e achar “que daqui pra frente tudo vai ser diferente”, como na canção de Roberto. Acreditar piamente nisso é ingenuidade, burrice ou malícia. Ou as três coisas juntas.

Não esqueçam que algumas estruturas de poder ainda permanecem intactas. E que uma cultura política como a nossa não se transforma da noite para o dia. O importante agora é pôr os pés no chão. Encarar a vida política como ela é: com seus erros e acertos. Avanços, limites e contradições. Do contrário, pode ser que daqui a algum tempo elas – as contradições - insistam em bater à porta.

Nessa hora, é preciso estar preparado. Por isso, senhores, em vez de ficar brincando de cabo de guerra midiático - salmões de um lado, lagostas de outro -, melhor talvez seja tocar o barco. Organizar a casa. Manter o link com a sociedade. É isso que interessa. É isso que todos esperam. O resto é folclore.

O ISLÃ ASSUSTA O MUNDO ...

Perante tão recentes e óbvias lições da História, surpreende o silêncio do mundo islâmico sobre esse germe do mal instalado dentro de suas fronteiras.
(Massacre de prisioneiros cometido por terroristas islâmicos no Iraque)
Não surpreende que o mundo esteja falando sobre o Islamismo e sobre os grupos fanáticos e violentos que o infestam. Não surpreende que, em meio à população ocidental, estarrecida com a violência religiosa, surjam manifestações de repulsa a esse credo e àqueles que o adotam (notadamente emigrantes ou descendentes de países de língua árabe). Não surpreende que ocidentais fiquem chocados com práticas culturais e religiosas que afrontam a dignidade das mulheres muçulmanas. Não surpreende que setores mais bem informados do Ocidente, que acompanham o noticiário internacional, fiquem indignados com a ação de grupos radicais que, neste momento, promovem lavagem étnica em seus territórios, extorquindo, expulsando ou matando cristãos. 
Não surpreende que xiitas e sunitas se atraquem em conflitos, afinal, essa disputa já dura mil e quatrocentos anos. Não surpreende que políticas anti-natalistas e abortistas tenham gerado problemas demográficos em tantos países europeus, levando-os a favorecer a emigração e a possibilitar o ingresso de grupos radicais no interior de suas fronteiras. Não surpreende, enfim, que a jihad contra os infiéis, há 14 séculos, sob o pretexto de delirantes ordens divinas, promova ataques violentos ao mundo ocidental. Nada disso causa surpresa. Nós nos lembramos desses males cada vez que passamos por uma inspeção de segurança em qualquer aeroporto do mundo.
O que surpreende - a mim, pelo menos, muitíssimo! - é o silêncio do mundo Islâmico. Como é possível que essas coisas aconteçam de modo tão disseminado, em tantas sociedades muçulmanas, sem que os próprios muçulmanos movam uma palha sequer para enfrentar essa questão? Existem no mundo 1,5 bilhão de seguidores do Profeta e a imensa maioria dessas pessoas nada tem a ver com jihad, detesta violência e quer viver em paz sua vida espiritual, social e familiar.
Não esqueçamos que no próprio Ocidente moderno surgiram o comunismo, o nazismo e o fascismo. Com eles, presenciou-se uma onda de violência que dizimou bem mais de cem milhões de seres humanos. Essa trinca sinistra foi um fruto de uma cultura que se considerava civilizada. O nazismo e o fascismo, antes de se tornarem uma questão internacional e levarem o mundo à guerra, foram um assunto da Alemanha e da Itália. Primeiro tiveram a tolerância em seus países; depois conquistaram o coração de suas populações; em seguida impuseram o tacão totalitário sobre seus povos. Finalmente, incendiaram a Europa.
Perante tão recentes e óbvias lições da História, surpreende o silêncio do mundo islâmico sobre esse germe do mal instalado dentro de suas fronteiras. Mesmo que não possamos considerá-lo uma unidade política, ou mesmo religiosa, seu silêncio e omissão são e serão consequentes. Silencioso e inativo, o bem pode ser tão maligno, ou ainda mais maligno do que o mal em plena atividade.
Percival Puggina\Portal Mídias

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

LAGOA NOVA/RN; NESTA TERÇA FEIRA, 20 DE JANEIRO TEM SHOW DOS MAMULENGOS



    

Nós que fazemos a Cia. Teatral Arte Viva, temos a honra de convidar todos os lagoanovenses para vir assistir nesta Terça– Feira (20/01/2015), às 7:00h, da noite no pátio da feira livre, um maravilhoso espetáculo de MAMULENGO, com o ator, palhaço, malabarista e brincante Christian Mathias – CAMPINAS/SP, que vem a nossa cidade na turnê que está realizando pelo Nordeste, contando aqui em Lagoa Nova com a singela colaboração de todos os amantes da arte e da cultura que comparecerem ao evento


A MALA DOS MAMULENGOS - Apresenta:
A CHEGADA DE LAMPIÃO À CASA DO TINHOSO
No ano de 1996 surge em Campinas-SP, criada por Christian Mathias, em homenagem ao mestre Potiguar Chico Daniel, o núcleo de teatro de bonecos “A Mala dos Mamulengos”, com o objetivo de reconhecer a importância da relação “mestre e aprendiz” no que se refere ao tradicionalismo da Arte do Mamulengo. O núcleo tem como prioridade desenvolver em seu repertório as manifestações existentes na cultura popular: teatro de mamulengos, músicas, cordel e contação de histórias.