sábado, 25 de outubro de 2014

MENSAGEM DOS CANDIDATOS HENRIQUE E ROBINSON PARA O ELEITOR DO RN.

Henrique20e20Joo20Maia
O candidato Henrique Alves (PMDB) vai votar amanhã às 11h, na Fundação José Augusto.
Ao Blog, Henrique enviou mensagem sobre a eleição deste domingo:

Mensagem: de Henrique Alves:“Domingo é um dia especial para os potiguares. Diante da urna, de consciência livre, cada eleitor terá a oportunidade de decidir sobre os rumos do Rio Grande do Norte nos próximos quatro anos.
Todos sabem qual a situação atual. Violência nas ruas, Estado quase ingovernável, salários atrasados, incapacidade de investir. Ninguém duvida que é preciso mudar. E todos sabem também que a mudança não vem por acaso.
É necessário força política, conhecimento, capacidade de diálogo e bom trânsito em Brasília para conseguir o mínimo necessário para implementar essas mudanças. O Rio Grande do Norte precisa dar uma guinada.
Nesse sentido, faço um apelo ao eleitor: compare os candidatos, reflita sobre quem tem realmente condições e força política para mudar. Não vamos permitir a continuidade do fracasso. O norte-rio-grandense não suporta mais aventuras”.

robinson_cabugisegundo
O candidato a governador, Robinson Faria (PSD), votará amanhã às 10 horas na Escola Doméstica.
Ao Blog, o candidato enviou a seguinte mensagem:
“Quero ser governador para os últimos, com justiça social. Quero ser governador de um governo que tenha essência na solidariedade. Nada me intimidou para desistir do sonho de ajudar as pessoas em todo o Rio Grande do Norte porque me alimentei de coragem, fé e resistência. Não por mim, mas pelas pessoas que precisam! As pessoas que precisam de uma oportunidade, de mais saúde, educação e qualidade nos serviços públicos.
Estou preparado para ser o governador do Rio Grande do Norte! Temos projetos que irão ajudar a reerguer nosso Estado! Conto com seu voto, conto com a sua coragem, conto com sua vontade de mudar a realidade do nosso Estado! Por tudo isso, vote 55! Vamos em frente! Vamos à vitória”.
Do Blog: Desejamos que o candidato eleito, não decepcione os eleitores que os escolheram e ao nosso RGN.  

VIRA VIRA: INTITUTO SENSUS FECHA ÚLTIMA PESQUISA: AÉCIO 52,1% E DILMA 47.9%

Na última pesquisa, Sensus (a exemplo do MDA) aponta virada de Aécio.
dilma aecio debate record by divulgacao O Instituto Sensus realizou a última pesquisa de intenção de votos para presidente, fechada há pouco, indicando liderança do candidato do PSDB, Aécio Neves, com 52,1% dos votos válidos. A sua oponente Dilma Rousseff (PT), segundo o Sensus, soma 47,9% dos votos válidos. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sob nº 01193/2014.
Ao contrário de todos os demais institutos de pesquisa do País, como Datafolha, MDA e Ibope, que apontavam para Marina Silva (PSB) disputando o segundo turno com a candidata do PT, o Sensus foi o único a captar o crescimento de Aécio, na reta final, sobretudo após o debate da Rede Globo, indicando que ele estaria no segundo turno, como de fato aconteceu.
Computando-se todas as intenções de voto, inclusive brancos e nulos, Aécio tem 45,7%, contra 42% de Dilma. Indecisos, brancos e nulos somam 12,4%. As entrevistas foram realizadas nesta sexta-feira (24) e hoje, e a margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, para mais e para menos.
O levantamento do Sensus confirma outra pesquisa, divulgada mais cedo pela CNT/MDA, segundo a qual Aécio Neves passou à frente da candidata petista. Ele agora somaria 50,3% das intenções de votos válidos contra 49,7% de Dilma. Na última pesquisa CNT/MDA, divulgada no dia 20 de outubro, Dilma aparecia com 50,5% dos votos válidos, contra 49,5% de Aécio.
A intenção de votos espontânea mostra os candidatos empatados tecnicamente. Aécio tem 44,4% dos votos e Dilma, 43,3%. Na pesquisa estimulada os números vão a 45,3% para o tucano e 44,7% para a candidata à reeleição.

RESULDADO DAS ELEIÇÕES DESTE 26 DE OUTUBRO SÓ DEPOIS DAS 20H, HORÁRIO DE BRASILIA.



imagem-placar-uol-presidente-615x300-vale-este-1414186305433_615x300
A apuração dos votos para presidente no segundo turno da eleição, neste domingo (26), só será divulgada a partir das 20h (horário de Brasília) em todo o país. O motivo é o fuso horário do Acre, que, em razão do horário de verãoadotado em grande parte do país, está com três horas de diferença em relação a Brasília. A legislação eleitoral não permite a divulgação de resultados enquanto a votação ainda estiver ocorrendo. A votação em todo o país termina às 17h. Quando forem 17h no Acre, serão 20h em Brasília, quando, então, será liberado o acesso àapuração do segundo turno.
Internautas poderão acompanhar a apuração dos votos do segundo turno noplacar do UOL das Eleições 2014:http://placar.eleicoes.uol.com.br/2014/2turno/.
Já os dados de resultado para o cargo de governador estarão disponíveis a partir das 17h do fuso horário de cada unidade da federação. Haverá segundo turno para a escolha de governador no Distrito Federal e nos seguintes Estados: Acre,Amapá, Amazonas, Ceará, Goiás, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia e Roraima.

VEJA AQUI OS NÚMEROS DAS ÚLTIMAS PESQUISAS, DATA FOLHA E IBOPE, PARA PRESIDENTE E GOVERNADOR DO RN.

VEJA NÚMEROS DO DATA FOLHA;

Pesquisa Datafolha divulgada neste sábado (25) aponta os seguintes percentuais de votos válidos no segundo turno da corrida para a Presidência da República:
– Dilma Rousseff (PT): 52%
– Aécio Neves (PSDB): 48%
Para calcular esses votos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição. A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal “Folha de S.Paulo”.
De acordo com o Datafolha, a presidente Dilma Rousseff (PT) chega à véspera da votação empatada tecnicamente com seu adversário, Aécio Neves (PSDB). Mas, segundo o instituto, “é maior a probabilidade de Dilma estar à frente”.
No levantamento anterior do instituto, divulgado no dia 23, Dilma tinha 53%, e Aécio, 47%.


Votos totais
Se forem incluídos os votos brancos e nulos e dos eleitores que se declaram indecisos, os votos totais da pesquisa estimulada são:
– Dilma Rousseff (PT): 47%
– Aécio Neves (PSDB): 43%
– Em branco/nulo/nenhum: 5%
– Não sabe: 5%
Os dois candidatos estão tecnicamente empatados dentro do limite da margem de erro. O Datafolha ouviu 19.318 eleitores em 400 municípios nos dias 24 e 25 de outubro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Isso significa que, se forem realizados 100 levantamentos, em 95 deles os resultados estariam dentro da margem de erro de dois pontos prevista. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01210/2014.
Postado às 18:31 Hs

Veja aqui números da última pesquisa do 2º turno…
Pesquisa Ibope divulgada neste sábado (25) aponta os seguintes percentuais de votos válidos na corrida para o governo do Rio Grande do Norte:

Robinson Faria (PSD): 54%
– Henrique Eduardo Alves (PMDB): 46%
A pesquisa foi encomendada pela Inter TV Cabugi.
No levantamento anterior, divulgada no dia 15 de outubro, Robinson aparecia com 54%, e Henrique, com 46%. Segundo o Ibope, Robinson mantém vantagem na véspera da eleição.
Votos totais
Se forem incluídos os votos brancos e nulos e dos eleitores que se declaram indecisos, os votos totais da pesquisa estimulada são:
Robinson Faria (PSD): 47%
– Henrique Eduardo Alves (PMDB): 40%
– Branco/nulo: 10%
– Não sabe/não respondeu: 3%
O Ibope ouviu 812 eleitores em 39 municípios do estado de 22 a 24 de outubro. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de três pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.
A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte sob registro nº RN-00046/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral sob protocolo no BR-01174/2014.

VEJA DADOS DO IBOPE PRA PRESIDENTE;

Postado às 18:26 Hs
Pesquisa Ibope divulgada neste sábado (25) aponta os seguintes percentuais de votos válidos no segundo turno da corrida para a Presidência da República:
– Dilma Rousseff (PT): 53%
– Aécio Neves (PSDB): 47%
Para calcular esses votos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição. A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal “O Estado de S. Paulo”. No levantamento anterior do instituto, divulgado no dia 23, Dilma tinha 54% e Aécio, 46%.


Votos totais
Se forem incluídos os votos brancos e nulos e dos eleitores que se declaram indecisos, os votos totais da pesquisa estimulada são:
– Dilma Rousseff (PT): 49%
– Aécio Neves (PSDB): 43%
– Branco/nulo: 5%
– Não sabe/não respondeu: 3%
O Ibope ouviu 3.010 eleitores em 206 municípios nos dias 24 e 25 de outubro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01195/2014

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

NOVA PESQUISA SENSUS: AÉCIO ABRE VANTAGEM DE 9 PONTOS SOBRE DILMA.

Ichiro Guerra Dilma 13 e Marcos Fernandes CMB - Dilma Rousseff e Aecio Neves copy

Pesquisa IstoÉ/Sensus contradiz Ibope e Datafolha: Dilma tem 45,4%

Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB). Ichiro Guerra/Dilma13 e Marcos Fernandes/Aecio45
Pesquisa Sensus que será divulgada nesta sexta-feira (24) pela revista IstoÉ mostra, ao contrário das pesquisas Ibope e Datafolha divulgadas ontem (23), liderança do candidato tucano Aécio Neves, com 54,6% das intenções de votos nos últimos dias do segundo turno da eleição presidencial. Dilma Rousseff, candidata do PT à reeleição, aparece com 45,4%. O Sensus foi o único instituto a apontar, na véspera do 1º turno, que Aécio passaria ao 2º turno, e não Marina Silva (PSB).
A pesquisa também constatou que a dois dias das eleições 11,9% do eleitorado ainda está indeciso. “Como no primeiro turno, deverá haver uma grande movimentação do eleitor no próprio dia da votação”, afirma Ricardo Guedes, diretor do Instituto Sensus. Se for considerado o número total de votos, Aécio tem 48,1% e Dilma,  40%.
O  Sensus foi o único instituto de pesquisa a acertar o resultado do primeiro turno, que levou o candidato do PSDB à disputa do próximo domingo (26).
Pesquisa espontânea e rejeição
Na votação espontânea, quando nenhum nome é apresentado para o entrevistado, Aécio também está à frente de Dilma: o candidato do PSDB é  citado por 47,8% dos eleitores e a petista por 39,4%. Indecisos e votos em branco são 12,8% e 0,2% ainda citaram outros nomes.
O índice de rejeição à candidatura de Dilma Rousseff é elevado: 44,2% dos eleitores afirmaram que não votariam na presidenta de forma alguma. A rejeição contra o tucano Aécio Neves é de 33,7%. Segundo o diretor do Sensus, Ricardo Guedes, explicou à IstoÉ, quanto maior o índice de rejeição, menor a probabilidade de crescimento do candidato.
Últimos levantamentos
No último levantamento Sensus, na sexta (17), o candidato PSDB tinha 56,4% dos votos válidos, contra 43,6% da atual presidente. No dia 11, a vantagem do candidato tucano era maior: 58,8% contra 41,2%, segundo o Instituto Sensus.
A margem de erro da pesquisa Sensus é de 2,2 pontos percentuais. O Sensus ouviu 2.000 eleitores em 136 municípios, entre terça e esta sexta-feira (24). O levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral como BR-01166/2014

DOLEIRO "YOUSSEF" ENTREGA DILMA E LULA, ELES SABIAM DE TUDO.

capa veja 2397
O ex-presidente Lula e a atual presidente Dilma Rousseff tinham pleno conhecimento do esquema de corrupção que pode ter roubado R$ 10 bilhões dos cofres da Petrobras, segundo revelou o caixa do esquema, megadoleiro Alberto Youssef, em depoimento à Polícia Federal e o Ministério Público Federal. A revelação está na edição da revista Veja que circula nesta sexta-feira.
Segundo Veja, na última terça-feira, o doleiro Alberto Youssef entrou na sala de interrogatórios da Polícia Federal em Curitiba para prestar mais um depoimento em seu processo de delação premiada. Como faz desde o dia 29 de setembro, sentou-se ao lado de seu advogado, pôs os braços sobre a mesa, olhou para a câmera posicionada à sua frente e se colocou à disposição das autoridades para contar tudo o que fez, viu e ouviu enquanto comandou um esquema de lavagem de dinheiro suspeito de movimentar 10 bilhões de reais. A temporada na cadeia produziu mudanças profundas em Youssef. Encarcerado desde março, o doleiro está bem mais magro, tem o rosto pálido, o cabelo raspado e não cultiva mais a barba. O estado de espírito também é outro. Antes afeito às sombras e ao silêncio, Youssef mostra desassombro para denunciar, apontar e distribuir responsabilidades na camarilha que assaltou durante quase uma década os cofres da Petrobras. Com a autoridade de quem atuava como o banco clandestino do esquema, ele adicionou novos personagens à trama criminosa, que agora atinge o topo da República. Perguntado sobre o nível de comprometimento de autoridades no esquema de corrupção na Petrobras, o doleiro foi taxativo:
— O Planalto sabia de tudo!
— Mas quem no Planalto?, perguntou o delegado.
— Lula e Dilma, respondeu o doleiro

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

NESTE DOMIGO DIA 26, NA HORA DE VOTAR NÃO ESQUEÇA O PRINCIPAL.

“Conta à lenda que certa mulher com uma criança no colo, passando diante de uma caverna escutou uma voz misteriosa que lá dentro lhe dizia:
- Entre e apanhe tudo que você desejar, mas não se esqueça do principal. Lembre-se, porém de uma coisa; depois que você sair, a porta se fechará para sempre. Portanto, aproveite da oportunidade, mas não se esqueça do principal.

A mulher entrou na caverna e encontrou muitas riquezas. Fascinada pelo ouro e pelas joias, colocou a criança no chão e começou a juntar ansiosamente tudo o que podia no seu avental.

A voz misteriosa falou novamente:
- Você só tem oito minutos. Esgotando os oito minutos, a mulher carregada de ouro e pedras preciosas, correu para fora da caverna e a porta se fechou. Lembrou-se, então da criança que ficara lá dentro e a porta estava fechada para sempre.
A riqueza durou pouco e o desespero para sempre.”

Neste dia 26 de outubro, você será chamado para votar nas eleições e terá alguns minutos para decidir o seu futuro e de todos os brasileiros. Vote com consciência e cidadania, escolhendo os futuros representantes no poder executivo, mas antes de votar não esqueça o principal, pense em primeiro lugar no seu bem estar e de sua família, porque o destino de todos está em suas mãos na hora de digitar o voto.

Procure antes conhecer os candidatos e suas propostas para o desenvolvimento do seu município, do estado e do Brasil, a história de vida e o comportamento ético de cada um.

A sua decisão será uma tarefa difícil, já que a classe política está desacreditada e desgastada, mas é possível fazer uma escolha criteriosa e acertada dentre os candidatos.

Não vote em candidato que: corrompe o eleitor através da compra de votos; trabalha para o seu próprio proveito em prejuízo do bem comum; seja corrupto com o dinheiro público; faz promessas e não as cumpre depois de eleito ou reeleito; gasta os recursos públicos para a sua autopromoção; está comprometido com os grandes grupos econômicos; não tem propostas; somente lembra do povo na época das eleições; não tem a Educação como prioridade; que não faz a defesa da vida, da família e da dignidade humana.

O voto, exercido de forma cidadã e consciente, tem o poder de mudar o que estar de errado na política, banindo os maus políticos e elegendo os poucos que ainda tem compromisso com o desenvolvimento do município, do estado e do país.

No dia 26 de outubro, não esqueça o mais importante, que através do seu voto, a felicidade e o bem-estar de sua família pode durar por muito tempo, porque se você tomar a decisão errada sofrerá para sempre, como aquela mulher, que esqueceu a sua maior riqueza, o seu filho, e o desespero foi por toda a vida.

Pense e reflita!

HENRIQUE ALVES, PROVOU QUE É FORTE MESMO, NEM DILMA E NEM LULA NO RN.

O presidenciável Aécio  veio. E tem uma porção de votos casado com Alves no Estado.

Entra na reta final da campanha do segundo turno e conforme estava previsto nem o ex-presidente Lula e muito menos a presidente Dilma Rousseff vieram fazer campanha no Rio Grande do Norte. Henrique Eduardo Alves bateu o pé e provou que é forte e Robinson tem que se contentar com a gravação do Lula da Silva.

CASA DE FERREIRO ESPETO DE PAU, FUNDADOR DO "PT" DIZ QUE O PARTIDO É DE CORRUPTORES.

Resultado de imagem para imagem do PT
Fundadora do PT acusa o partido de corrupto e passa a apoiar Aécio Neves. 
Fundadora e estrela de primeira grandeza do PT até 2010, Sandra Starling revelou em artigo divulgado nesta quarta-feira que seu voto para presidente será de Aécio Neves, do PSDB. “Meu voto é um veto ao voto em Dilma”, diz a ex-deputada que chegou a ser líder do Partido na Câmara. “O PT se julgou a consciência política do Brasil, mas é tão corrupto quanto os demais”, afirmou.
Sandra Starling foi uma das principais lideranças do PT em Minas Gerais, sendo a primeira candidata da legenda a disputar o governo do Estado, em 1982. No primeiro mandato de Lula (2003 e 2006) ocupou a secretaria executiva do Ministério do Trabalho. A decisão de apoiar o tucano Aécio Neves se deu depois que soube da “censura” imposta pela presidenta Dilma Rousseff ao IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada).
Segundo a ex-líder do PT, os dados levantados pelo IPEA mostrariam que a “desigualdade social no Brasil não diminuiu. “Não dá para continuar acreditando nas mentiras que a presidenta Dilma vem contando”, afirmou. “Votar em Dilma seria exercer o direito de ser idiota”.
Sandra Starling não é a primeira fundadora do PT que se rebela contra os rumos tomados pela legenda desde que chegou ao poder em janeiro de 2003.

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

LAGOA NOVA: PANCADÃO DO PMDB ESTÁ ACONTECENDO NAS RUAS DA CIDADE


FÁTIMA E ROBINSON NÃO DÃO "UM PIO" CONTRA ROSALBA

Nem Fátima Bezerra e muito menos Robinson Faria “dão um pio” contra a governadora. Silêncio total. Querem os votos daqueles que ajudaram a eleger Rosalba,e assim caminha a humanidade ...

MAIS UMA PESQUISA PRA GOVERNADOR DO RN: ROBINSON E HENRIQUE ESTÃO TECNICAMENTE EMPATADOS, DIVULGADO NESSE MOMENTO PELO BLOG.

A Certus Pesquisa e Consultoria foi as ruas entre 18, 19, 20 e 21 de outubro e entrevistou 1510 eleitores em todo o RN. A pesquisa tem registro no TSE de Nº BR-01156/2014 e no TRE Nº RN-00045/2014. A Margem de erro é de 3% e o índice de confiabilidade é de 95%. Vejam como ficou o cenário para o Governo do Estado já na perspectiva dos votos

terça-feira, 21 de outubro de 2014

GARIBALDI ADVERTE: NÃO VAMOS MORRER NA VÉSPERA QUE NEM PERU

Coordenador da campanha de Henrique avalia pesquisa: “Eleição não está decidida”
O ministro da Previdência, Garibaldi Filho, se pronunciou sobre a pesquisa Ibope, que apontou “virada” de Robinson Faria sobre Henrique Alves na disputa pelo governo do Estado neste segundo turno. Ele se disse “surpreso” com a pesquisa, mas conclamou a militância a “não morrer de véspera, que nem peru”, vez que a eleição ainda não estaria decidida. “O eleitor nosso não pode arriar a bandeira. O que posso dizer é que a eleição não está decidida. Só se decide depois do último voto depositado na urna”, afirmou o ex-governador, em entrevista ao jornal O Mossoroense, neste fim de semana.

“Não vamos nos deixar levar por esse sentimento. Nós vamos ganhar essa eleição se Deus quiser. Não vamos morrer de véspera, que nem peru”, disse o ministro, ao mencionar que não houve uma mudança substancial na campanha que justificasse a ultrapassagem de Robinson na preferência do eleitorado. “É como se o candidato adversário tivesse levado grande parte dos números de Robério Paulino e grande parte dos votos brancos e nulos”, admite.

Afirmando que, às vezes, institutos de reconhecida credibilidade, como o Ibope, erram, Garibaldi apelou para que o eleitor de Henrique não se abata. “Creio que as pesquisas às vezes cometem erros. Não estou afirmando categoricamente que a pesquisa está errada. Para dizer isso eu tenho que ter dados e eu não tenho condições de provar. Quero apenas advertir, no bom sentido. Primeiro, ao eleitor de Henrique Alves para que ele não leve a termo essa pesquisa. A eleição não vai ser decidida por uma pesquisa, não se abata”, declarou o ministro.

A pesquisa Ibope no segundo turno, divulgada na quarta-feira da semana passada, deu 54% das intenções de voto para Robinson, e 46% para Henrique. Diante das próprias reflexões, Garibaldi apelou para que o eleitor de Henrique não “arrie a bandeira”, mas faça como o próprio ministro, que, neste fim de semana, esteve em Mossoró fazendo campanha para o candidato dele.

“O eleitor de Henrique tem que ir à rua, como estou fazendo em Mossoró, rodando em busca do eleitor. O eleitor nosso não pode arriar a bandeira. Ele deve seguir dizendo ao indeciso que ele não pode se deixar levar por um sentimento de protesto. O que posso dizer é que a eleição não está decidida. Só se decide depois do último voto depositado na urna”, afirmou o ministro, ainda na entrevista à imprensa mossoroense.

JUSTIFICATIVA

Ao ser provocado a explicar a derrota de Henrique em municípios onde o peemedebista havia costurado apoios históricos tanto com governistas quanto com oposicionistas, caso de Assú e Pau dos Ferros, Garibaldi afirmou que a população, nesses locais, não assimilou bem a proposta de união de forças defendida pelo candidato. Para o ministro, ali, em vez de somar, houve subtração de votos.

“Eu acho que houve uma municipalização da eleição nesses municípios e, em face disso, as pessoas não assimilaram aquele entendimento proposto em termos altos pelo deputado Henrique Alves, de juntar esforços para evitar uma radicalização e pudessem somar votos para o projeto político de Henrique, que é o melhor. As pessoas entenderam que deveria prevalecer a radicalização. Não deixaram se convencer pelo discurso do deputado Henrique, fazendo com que houvesse certa confusão que fez com ele perdesse a eleição nessas cidades. A aritmética, em vez de somar, diminuiu”, constatou.

Ministro desiste de entregar cargo e de romper com o PT

Ainda em sua entrevista, Garibaldi voltou a criticar o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva por participar da campanha no rádio e na TV de Robinson Faria. Mesmo se aliando a José Agripino (DEM), principal adversário do PT no plano nacional, o ministro esperava que Lula ficasse neutro na campanha. Na semana passada, Garibaldi chegou a admitir, publicamente, que poderia entregar o cargo no Ministério da Previdência e romper com o PT. No entanto, na entrevista ao Mossoroense, o ex-governador disse que a posição seria uma atitude isolada que não teria repercussão.

“Houve uma preocupação grande. O ex-presidente Lula nos atropelou como aliados. Ignorou a nossa participação na campanha porque votamos em Dilma e fez a propaganda do adversário e isso gerou uma cobrança dos nossos correligionários. Não apenas dos peemedebistas, mas, dos outros partidos, porque a nossa coligação é muito ampla. Mas, é preciso ter cautela antes de uma atitude revanchista a ser tomada isoladamente que Henrique pudesse tomar em detrimento da candidatura de Michel Temer à Vice-Presidência. Isso levou a nós termos uma maior cautela a respeito dessa reação”, afirmou Garibaldi.

Instado a falar se o rompimento com o PT estava na ordem do dia, Garibaldi negou afirmando que o vice-presidente da República e companheiro de chapa de Dilma Rousseff, candidata do PT à reeleição, Michel Temer, conduziria os acertos políticos com a cúpula nacional do PT. “Não, no momento não; não passa. Não quero tomar uma atitude isolada que não teria nem essa repercussão toda. Isso deve ser examinado no plano nacional. É preciso aguardar que Michel Temer é candidato a vice-presidente”, disse o ministro.
JH

IRMÃ DO EX PRESIDENTE LULA FAZ CAMPANHA PARA AÉCIO NEVES.

Irmã de Lula decide pedir votos para Aécio na reta final da campanha

65U56II88Segundo Lindinalva Silva, as pessoas devem ter consciência e no dia 26 de outubro votarem no tucano; ela já se candidatou a Câmara dos Vereadores no Mato Grosso.

Enquanto o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva faz uma campanha ostensiva para Dilma Rousseff (PT) na reta final da campanha presidencial, a irmã do petista vai pelo lado contrário.

A meia-irmã do ex-presidente, Lindinalva Silva, postou um vídeo no Youtube que viralizou nas redes sociais, mostrando o seu apoio pelo candidato da oposição, Aécio Neves (PSDB).

Segundo ela, “as pessoas devem ter consciência” e no dia 26 de outubro votarem no tucano. Lindinalva chega a mostrar um papel que, segundo ela, seriam projetos de Dilma. Porém, não há como visualizar as imagens. Perguntada sobre porque votaria em Aécio, ela diz: “por quê é o melhor para o Brasil neste momento”.

Em entrevista à revista Veja em agosto de 2012, Lindinalva afirmou já ter apoiado candidatos do PSDB. Ela chegou a entrar para a política, candidatando-se em 2012 para vereadora em Cuiabá pelo PTB. Vale ressaltar que, naquele ano, ela chegou a ser detida por fazer boca de urna ao ser pega com santinhos em Mato Grosso. Ela se defendeu e negou ter cometido qualquer crime eleitoral, sendo liberada em seguida.



MAIS UMA PESQUISA DIVULGADA ...


Via Diário do Poder – O Instituto Veritá divulgou no começo da tarde desta terça-feira (21) a primeira pesquisa de intenção de votos para presidente realizada pelo instituto no segundo turno. De acordo com os dados apurados, o senador mineiro Aécio Neves (PSDB) aparece em vantagem sobre a presidenta Dilma Rousseff (PT). Considerando apenas os votos válidos, Aécio aparece com 53,2% contra 46,8% de Dilma. Nos votos válidos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição. Nos votos totais, o tucano continua em vantagem. Aécio aparece com 47%, Dilma tem 41,4%. Não sabem/Não responderam somam 7,8%, brancos/nulos, 3,7%.
De acordo com o instituto, a rejeição da petista é maior que a do tucano. Dilma é rejeitada por 46,1%, enquanto 39,1% rejeitam Aécio. O instituto ouviu 7.700 eleitores em 213 cidades de todos os Estados brasileiros entre os dias 17 e 20 de outubro. A margem de erro é de 1,4 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi encomendada pelo jornal Hoje em Dia e foi registrada com o número 01144/2014 no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

NA RETA FINAL DA CAMPANHA, PESQUISAS PARA TODOS OS GOSTOS E GASTOS ...


Dia 26 teremos a pesquisa certa.

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

A ONDA DA RAZÃO CONTINUA CRESCENDO NO PAÍS


unnamed (1)
Prefeitos e lideranças de quase 50 municípios do RN anunciam apoio a Aécio. A campanha de Aécio Neves no Rio Grande do Norte ganhou o apoio de prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e lideranças de quase 50 municípios. O ato de formalização do apoio ocorreu no Hotel Arituba, na manhã desta segunda-feira (20). Os novos apoiadores do candidato do PSDB à Presidência da República são de diversos partidos.Representando os chefes de Executivo, o primeiro a discursar no evento foi o prefeito de Lajes e presidente da Federação dos Municípios do RN (Femurn), Benes Leocádio. “Temos que dar uma resposta ao tratamento desigual e desleal que os municípios estão tendo da atual presidente da República, é hora da população do RN vir a público externar seu sentimento insatisfação e mudança. Aécio presidente é a garantia de mudar essa situação de descaso e abandono a qual foram submetidos os municípios brasileiros”, disse.

O DESESPERO DE UMA ESTRELA MACULADA

No ponto mais baixo da campanha, Lula comanda show de baixarias em MG.
Ex-presidente insinua que Aécio bate em mulheres. E credita ao tucano a tática de 'partir para cima agredindo'. 
Comício do PT acontecido em Minas neste sábado (18) teve menção ao uso de drogas.
Lula tornou-se o político mais canalha e cínico que o Brasil já teve nos seus quadros nos últimos 50 anos.
- Perdeu um dedo que dizem foi propositadamente para nunca trabalhar, e nunca trabalhou mesmo, viveu todo tempo de aposentadoria e "mamando" nas tetas de sindicatos;
- O PT governa com tranquilidade porquê o PMDB maior partido do Brasil lhe dar sustentabilidade, mas no RN pede votos para o adversário de Henrique Alves para o governo do estado;
- Hostilizou o quanto pode a pessoa de Collor de Melo, depois o levou para junto do governo petista, e hoje detona Aécio usando o passado de Collor;
- Sem nunca mencionar o passado terrorista de Dilma quando assaltava bancos e assassinava militares, Aécio está pagando mesmo assim um preço alto por responder a altura as perguntas capciosas de Dilma Roussef que são desqualificadas pela besta barbuda;
- Lula fez o Brasil passar por um dos momentos mais corrupto de sua história, quando foi descoberto o "Mensalão", e descaradamente diz para o povo do Brasil que não sabia e nunca viu, mesmo tendo todos os envolvidos condenados e presos.
Realmente, com essa forma desesperada e baixa  que o PT está usando para fazer política fica caracterizado que vale tudo para manter-se no comando desta mina de ouro chamada Brasil, até se expor ao ridículo da forma mais vil que possa existir.

AS PAIXÕES POLÍTICAS NOS LEVAM A AGIR DE FORMA IRRACIONAL .

Nós que gostamos de política muitas vezes agimos de forma irracional. O pior é que não nos damos conta disso.
Agimos como torcedores num estádio de futebol. Esquecemos a razão, desligamos o cérebro, acionamos a intolerância e a ignorância. Ficamos cegos e burros. Somente o nosso “time” está com a verdade. Somos injustos. Fazemos uso de argumentos vazios. Descontextualizamos a fala de nossos “adversários”.
Xingamos os que pensam de forma contrária. O diálogo propositivo é esquecido, dando lugar as mais baixas ofensas pessoais. Os argumentos se acabam, o pouco que nos resta desliza, se espatifa no chão da ignorância. A baixaria começa.
Perdemos a compostura, o respeito pelo outro e por nós mesmos. A coisa chega a níveis inimagináveis. No final, perdemos amigos e/ou colegas, nos arrependemos. Não há vencedores neste embate. Ás vezes é tarde, bem tarde.
Sabe o que é isso ? Paixão. E todas as paixões nos levam a cometer erros. A paixão política nem se fala.
Nelson Rodrigues dizia que: “nada mais cretino e mais cretinizante do que a paixão política. É a única paixão sem grandeza, a única capaz de imbecilizar o homem”.
Amigos, ofender não é debater. É mostrar ao mundo a nossa face mais mesquinha e vergonhosa.
Debater política é uma perigosa armadilha. E isso vale para qualquer discussão.
Nestes momentos de discussões acaloradas é fundamental parar e relembrar que a civilidade é mais importante que qualquer preferência política/ideológica.
A paz e o respeito devem reinar nos debates, seja sobre política ou qualquer outro tema.
É importante refletir, caso contrário até o próximo dia 26 de outubro mataremos nossas reputações.
Sem hipocrisia: é difícil aceitar/respeitar o oposto, o contrário. Mas vale a pena tentar.
Denor Ramos