terça-feira, 23 de setembro de 2014

HENRIQUE X ROBINSON, O JOGO DO EMPURRA EMPURRA ...



O marketing político é uma ferramenta engraçada que tenta ampliar as qualidades do candidato e esconder os defeitos..

Nesta briga entre eleitoral de 2014, o marketing de Henrique Alves tenta colar a imagem de Robinson à governadora, Rosalba Ciarlini..  Como Rosalba não fez um bom governo, Henrique quer associar o vice-governador, que rompeu quando Henrique entrou pelas portas dos fundos da governadoria a tragedia administrativa..

Ocorre que o marketing do Robinson tá marcando bobeira por que não mostrou que Henrique Alves e sua patota fazia parte do famoso “Conselho Político” que foi responsável em aconselhar a governadora o que ela deveria fazer…

O primeiro conselho foi de nomear o primeiro-damo, Carlos Augusto Rosado para chefia da Casa Civil.. Este conselho foi uma sugerido pelo próprio Henrique Alves..

Depois de aconselhar o governo Rosalba para tomar atitudes erradas, tirando Rosalba do páreo pelo desgaste, o conselho pulou fora para se juntar a Wilma e fazer o acordão para facilmente chegarem ao governo..

Agora chegou à hora de pagar a conta, se Rosalba não acertou foi porque o conselho errou.. Como disse Sócrates: ” Nenhum inimigo é pior que um mau conselho.”
 
Blog do Primo

AÉCIO NEVES DIZ: "VITÓRIA DE ROGÉRIO MARINHO SERÁ IMPORTANTE PARA O BRASIL E O RN".

O senador Aécio Neves, candidato a presidente da República pelo PSDB, está confiante na sua presença no segundo turno da disputa. Em entrevista concedida na manhã desta segunda-feira (22) à rádio 94 FM, por telefone, o tucano voltou a criticar as principais adversárias no pleito. Sobre Dilma Rousseff, fez referência ao escândalo da Petrobras, e disse que a petista “sentava na mesa com criminosos” quando era presidente do conselho da estatal. Com relação a Marina Silva, disse que a candidatura dela é de “improviso”.
“Esse governo desprezou o respeito ao dinheiro. Não podemos aceitar que a presidente da República, que era a presidente do Conselho da Petrobras, que se sentava na mesa ao lado desses mesmos criminosos, não é possível ela dizer que não sabia de nada. Se sabia é muito grave, e se não sabia, não está preparada para continuar governando o país”, disse Aécio. Ainda em relação ao escândalo, chamado pelo candidato do PSDB de “Mensalão 2”, em seu depoimento, do ex-diretor da estatal, Paulo Roberto Costa, confessa “que recebeu propina para a compra da refinaria de Pasadena, a mesma que foi autorizada por Dilma Rousseff. Era uma verdadeira quadrilha que ali estava”.

SITUAÇÃO CAÓTICA A DO AÇUDE GARGALHEIRA NA CIDADE DO ACARI/RN.

1896792_10203698888926440_296687340967729083_nSituação muito difícil do Açude Marechal Dutra, o Gargalheiras de Acari. Com apenas 80 centímetros de sua capacidade total d’água, o reservatório pode atingir seu volume morto em até dois meses, se não chover na região.
Caso isso aconteça, e as previsões pluviométricas apontam para isso, a CAERN tentará garantir o abastecimento das cidades de Acari e Currais Novos, usando balsas para captar água do volume morto. A foto abaixo é do acariense Jobel Araújo.

QUE ESSA INICIATIVA SIRVA DE MODELO PARA TODOS ...

Cidade no sul do Brasil oferece desconto no IPTU a quem adotar animal de rua

Em Araquari, Santa Catarina, foi sancionada uma lei sem precedentes no Brasil: desde julho, todos os moradores da cidade que adotarem animais de abandonados receberão desconto no IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano).

O projeto foi realizado uma parceria com uma ONG de proteção de animais e tem o intuito de controlar a população de cães e gatos pelas ruas. A vereadora Denise de Almeida é a autora da lei e explica que, a partir do momento em que o morador se cadastrar para adotar um animal, ele será fiscalizado pela Prefeitura. Caso o animal adotado não esteja sendo bem tratado, o contribuinte poderá perder seu desconto.

O setor de tributação da Prefeitura está analisando o valor a ser atribuído ao desconto, mas a estimativa é que fica entre 25% e 50%, com dedução anual.

“Creio que o mais importante seja a conscientização da população por meio de campanhas. Iniciando o cadastro, dentro de seis meses o município já tenha resultado”, afirma a vereadora.

ATOR "LIMA DUARTE" SOLTA O VERBO: "LULA É UM IMBECIL!"

“Odeio Lula. Ele faz uma glamorização da ignorância. É um imbecil!”

58683

Um dos atores mais queridos da TV brasileira revela opiniões surpreendentes que deixará você boquiaberto

O ator Lima Duarte, 76 anos de idade, 55 de TV, logo brincou com a assessora da Globo que chegou para acompanhar a entrevista: “Você veio saber o que vou dizer, né?”.

Pois ele não se intimidou. Falou mal da emissora, do merchandising que faz em “Belíssima”, do sotaque grego de Tony Ramos, de Fernanda Lima.

Disse que o “Fantástico” transforma tudo em “merda” e que há 40 anos se faz a mesma novela. Sobrou para Lula, “imbecil, idiota”, e para a neta Paloma Duarte, por ter ido à TV rebater o “medo” que Regina Duarte disse ter da vitória do PT.

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

EM QUEM ACREDITAR? SETA, ITEM OU NENHUMA?


Consta os institutos de pesquisa de opinião divulgam números relativos à eleição estadual. Só ontem (21) foram divulgados dois levantamentos com resultado diferente. A pesquisa SETA mostra Henrique Alves (PMDB) e Robinson Faria (PSD) tecnicamente empatados, o que levaria a disputa para o segundo turno, e Fatima com larga vantagem sobre Wilma. Enquanto o Instituto ITEM aponta ampla vitória do peemedebista no primeiro turno.

Para muitos eleitores a quantidade de pesquisas serve apenas para confundir e acirrar debates e discussões. Claro que os institutos têm explicações para tudo, porém é no mínimo estranho todo esse emaranhado de números. A pesquisa é um indicativo de como o processo se desenrola. Porém, é melhor esperar pela pesquisa das urnas, no dia 5 de outubro.

O blog de Heitor Gregório publicou uma pesquisa do instituto Item.

Os números desafiam os que foram contabilizados pelo instituto Seta.
Eis os números da Item:



Governo
Henrique Alves (PMDB) – 43,2%

Robinson Faria (PSD) – 33,6%
Simone Dutra (PSTU) – 2%
Robério Paulino (PSOL) – 1,8%
Araken Farias (PSOL) – 1,1%
Indecisos/brancos/nulos – 18,3

Senado

Wilma de Faria (PSB) – 41%
Fátima Bezerra (PT) – 39%
Roberto Ronconi (PSL) – 1,9%
Ana Célia (PSTU) – 1,6%
Lailson (PSOL) – 1,1%
Indecisos/brancos/nulos – 15,4%


domingo, 21 de setembro de 2014

LAGOA NOVA: ERIVAN COSTA MOSTRA FORÇA ELEITORAL E LEVA MULTIDÃO PARA RECEBR O DEPUTADO NELTER QUEIROZ.

nelter lagoa
O candidato a reeleição para o sétimo mandado de deputado estadual, Nelter Queiroz (PMDB), esteve na noite deste sábado (20), na cidade de Lagoa Nova onde foi recebido por uma grande multidão em relação a outras movimentações já realizada na cidade que é administrada pelo DEM. Nelter tem o apoio do grupo liderado pelo ex-prefeito Erivan Costa (PSB) e conta com o apoio do prefeito João Maria Assunção (DEM), e dos vereadores e lideranças do sistema.
Erivan Costa aproveitou o momento para divulgar a sua chapa completa para o pleito de 2014; Deputado estadual é Nelter, Dep. federal é Fábio Faria, Senadora é Wilma e presidente é Dilma. Com essa declração do maior líder político de Lagoa Nova, acabou as especulações sobre quem realmente seriam os candidatos de Erivan Costa para essas eleições de 2014; Que diga-se de passagem que ele já está se articulando para tentar o 5º mandato de prefeito na cidade Serrana.

VEJA DIZ: PT BAIANO DESVIOU MILHÕES DO PROGRAMA HABITACIONAL

Reportagem da revista Veja publicada neste fim de semana revela que investigação realizada pelo Ministério Público desde 2010 descobriu esquema de desvio de dinheiro público por meio da ONG Instituto Brasil, criada por petistas na Bahia. Segundo a matéria, a entidade recebeu R$ 17,9 milhões do Fundo de Combate à Pobreza para a construção de 1.120 casas populares para família de baixa renda, tarefa confiada à ONG pelo governo estadual. Parte do dinheiro desapareceu.
A reportagem informa que investigadores do Ministério Público já tinham provas de que o dinheiro foi desviado, mas o trabalho ainda não revelou o destino final do montante. Mas, em entrevista a Veja, a presidente da ONG, Dalva Sele Paiva, admitiu que o instituto foi criado como linha auxiliar do abastecimento de caixa eleitoral do PT na Bahia. “Um esquema que funcionou por quase uma década com dinheiro desviado de ‘projetos sociais’ das administrações petistas”, diz a revista, acrescentando que, segundo Dalva, R$ 50 milhões foram desviados desde 2004.
“O golpe era sempre o mesmo: o Instituto Brasil recebia os recursos, simulava a prestação do serviço e carreava o dinheiro para os candidatos do partido. Como os convênios eram assinados com as administrações petistas, cabia aos próprios petistas a tarefa de fiscalizar. Assim, se o acordo pagava pela construção de 1 000 casas, por exemplo, o instituto erguia apenas 100. O dinheiro que sobrava era rateado entre os políticos do partido”, diz trecho da reportagem.
O presidente do PT da Bahia, Everaldo Anunciação, negou que o partido tenha criado a ONG. Ele disse que, quando irregularidades foram detectadas, o próprio governador da Bahia, o petista Jaques Wagner, foi quem bloqueou os contratos com a entidade. Everaldo disse ainda que a ONG já havia firmado contratos com o governo anterior, cujo titular era Paulo Souto (DEM).

sábado, 20 de setembro de 2014

O QUE ESTARIA DANDO ERRADO NA ALIANÇA DE HENRIQUE E WILMA?

Faltando 15 dias para o pleito e com as pesquisas de intenção de voto já apontando para um eventual segundo turno, o retrato para o Senado é curioso. Enquanto a candidata Fátima Bezerra (PT) puxa o seu candidato ao governo para cima, Robinson Faria (PSD), Wilma de Faria (PSB), candidata do outro candidato a governador, Henrique Alves (PMDB), não contribui para um maior crescimento dele – Henrique está estagnado na casa dos 40%, segundo a última pesquisa Ibope -, e ela ainda se encontra em curva descendente. Sinal que o voto casado não está dando certo.
Wilma, que tinha condições favoráveis de disputar o governo pela terceira vez – pesquisas de intenção de voto realizadas antes da campanha indicavam isso – deixou de lado esse projeto para concorrer ao Senado se aliando a Henrique Alves que sonha em chegar ao governo do estado. Sempre disse que Wilma é uma verdadeira estrategista e que come e dorme fazendo política. Mas parece que ela fez escola e Henrique Alves aprendeu rápido suas lições. Ou seja, se você não pode derrotar o inimigo melhor trazer ele para o seu lado. E foi o que fez Henrique Alves.
Ao lado do primo senador-ministro Garibaldi Alves (PMDB) e do presidente nacional do DEM, senador José Agripino Maia, dois ex-adversários de Wilma, que inclusive a derrotaram na campanha passada para o Senado, quando eram duas vagas em disputa – Gari até bem pouco tempo se orgulhava da surra de mais de 1 milhão de votos dados em Wilma -, Henrique Alves deu o que se pode chamar um “golpe de mestre” em Wilma. Convenceu-a a sair candidata ao Senado com apoio logístico e finaceniro a sua candidatura. A guerreira mordeu a ísca, quando seus correligionários queriam que ela fosse candidata ao governo.
Agora, diante das mais recentes pesquisas de intenção de voto Wilma se vê em apuros com a sua candidatura em queda livre e o seu companheiro de chapa, embora estagnado nos 40 pontos percentuais, à frente do seu principal concorrente, Robinson Faria. Os eleitores de Wilma e ela mesma devem estar se perguntando: e os Alves não estão pregando o voto casado não? Até tão, mas, os “bacuraus”, como são chamados os eleitores do PMDB no Rio Grande do Norte, estes certamente que não principalmente os garibaldistas, ou seja, eleitores de Garibaldi. A peça publicitária do programa eleitoral de Wilma, com Garibaldi pedindo voto pra ela saiu pela culatra. As pessoas são unânimes em afirmar que Garibaldi se mostra visivelmente constrangido. Para quem nos últimos anos se referia a dona Wilma como “aquela mulher” e nunca pelo seu nome, o ministro Garibaldi Alves pode parecer tudo no programa eleitoral de Wilma, menos sincero ao pedir voto pra guerreira.
Pra completar, o marketing de Wilma achou pouco e ainda colocou o senador José Agripino para pedir votos pra ela. Além do desgaste do senador José Agripino Maia por ser presidente do partido da governadora Rosalba Ciarlini – o DEM -,  governo esse que tanto Wilma critica, Agripino assim como Garibaldi nunca engoliu Wilma. Jajá, como é também conhecido Agripino Maia disse na convenção do PMDB que homologou a candidatura de Henrique Alves ao governo, com a presença de Wilma, que iria trepar até num pé de coco para buscar votos pra Wilma. Ele pode até subir no pé, mas os votos pra guerreira que é bom ele não está encontrando por parte de seus eleitores. Parece que o pé de coco do DEM secou.
Mas, voltando a Henrique e Wilma: se houver mesmo segundo turno como projeta o Ibope, e Robinson indo à disputa final com Henrique, e se Wilma não for eleita senadora, vamos ter oportunidade de ver o mesmo filme de uma campanha para governador quando Garibaldi foi candidato contra Wilma e Rosalba a candidata ao Senado de Gari. Naquela eleição houve segundo turno entre Wilma e Garibaldi. Rosalba já eleita senadora lavou as mãos. No primeiro turno Garibaldi tinha ganho para Wilma em Mossoró, terra natal da Rosa. Mas no segundo turno Wilma inverteu a situação. Resultado: Wilma se reelegeu governadora.
Resumo da ópera: acordos políticos nem sempre é bom para os dois lados que o fazem. A política tem provado isso.
A conferir!
blogdobarbosa

SÓ FALTA COLOCAR A PLACA DE VENDA. "VENDO MEU VOTO"




















Sempre haverá alguém disposto a cometer crimes eleitorais, sejam os políticos, os cabos eleitorais e os leitores. Em conversa com alguns “cidadãos mercadoria” um diz: “Este ano só voto se me derem alguma coisa, você não sabe quem está comprando votos”? Este é o preço de muitos, infelizmente!

Às más práticas apenas refletem nos políticos de carreira, basta olhar as pesquisas e as mesmas figuras envolvidas em escândalos estão lá! O país que temos está sucateado pelos motivos já citados, cabe a cada um de nós fazermos à reflexão e votar com responsabilidade. Para muitos, só falta colocar a placa, vendo meu voto!

LULA DANDO UMA FORCINHA NO PROGRAMA ELEITORAL DE ROBINSON


O ex-presidente Lula participou pela primeira vez nesta sexta-feira (19) do programa eleitoral do candidato ao Governo Robinson Faria (PSD), que no Estado faz uma aliança com o PT. O programa com Lula foi gravado essa semana no Instituto Lula e mostra o ex-presidente pedindo voto para Robinson.
“Você pode mudar essa história do Rio Grande do Norte. Uma pessoa com pensamento diferente, com prática política diferente. Por isso eu quero pedir a cada companheiro do Rio Grande do Norte que um dia confiou em mim, que me ajudou a fazer as coisas que fiz: vote 55”, declara Lula.

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

HENRIQUE VIVE NOITE DE FORTES EMOÇÕES ...

Candidato é lançado à memória da campanha ao Governo do Estado do seu pai, Aluízio, em 1960
O candidato ao Governo do Estado pela Coligação União pela Mudança, deputado Henrique Alves (PMDB), viveu momentos de fortes e inesperadas emoções em Areia Branca, à noite dessa quinta-feira (18). “Eu não esperava isso”, admitiu ao discursar. “Em plena quinta-feira”, anotou.
Sob o testemunho do pai Aluízio (banner atrás), Henrique e Souza reforçaram aliança também emocional (Foto: Blog Aclecivam Soares)
“Você  é muito forte”, comentou ele, agradecendo ao ex-prefeito e candidato a deputado estadual pela região da Costa Branca, Manoel Cunha Neto (PHS), o “Souza”, que articulou mobilização com cerca de 200 veículos.
A expressiva carreata terminou em comício no centro da cidade, onde mais emoção estava reservada. Essa, agora, de ordem afetiva.
Depois do impacto da expressiva movimentação de eleitores, militantes e curiosos, Areia Branca fez o candidato mergulhar no passado.
Souza discursou defendendo a interiorização do desenvolvimento, a partir da produção de um plano estratégico com esse fim. Lembrou, que no início dos anos 60, o pai de Henrique (o então governador Aluízio Alves) inovou e ousou, ao contratar uma consultoria internacional, a Arthur Little Inc, para realizar um Plano de Desenvolvimento para o Rio Grande do Norte.
“Serei deputado para defender os interesses do RN, mas principalmente as oportunidades para o interior”, disse.
Aluízio Alves
Carreata expressiva iniciou movimentação (Foto: União pela Mudança)
Antes que Henrique pudesse falar, irrompeu música da época da campanha de Aluízio, de 1960, no sistema de som do comício (“Aluízio Alves vem do sertão, lá do Cabugi…”). O candidato lançou olhar  pro alto e depois curvou a cabeça. Sem palavras.
Atrás dele, um banner reproduzia cartaz da campanha de Aluízio em 1964.
Souza pediu o microfone e anunciou um convidado especial para aquela movimentação.
- É uma voz, uma referência para mim, para você e para o Rio  Grande do Norte, uma pessoa que continua presente e influindo – pregou.
Em seguida, todos ouviram áudio com preâmbulo do discurso de Aluízio Alves na Praça Gentil Ferreira, em Natal, no início da campanha de 1960:
“Vim para ficar, vim para lutar, vim para vencer. Aos que dizem que a caminhada é longa, respondo: mais uma razão para dar o primeiro passo. O mar que nos separa, gigante e tenebroso, é uma gota d´água…”´
Segurando um lenço verde pela ponta dos dedos e pondo-o envolto em dois microfones, Henrique admitiu ter sentido o golpe emocional. Agradeceu a Souza, a quem apoia na região, falou da permanente inspiração do pai para governar e endossou as palavras do candidato na defesa da interiorização do desenvolvimento.
Henrique foi mais além: previu sua vitória ainda no primeiro turno, por mais de de 200 mil votos.
Ao lado de Souza, candidata ao Senado Wilma de Faria (PSB), vice-prefeita Lidiane Garcia (PSB), vereadores Dijalma Souza (PMDB), Sandro Góis (PV), Netinho Cunha (PSB), Duarte Júnior (PR) e Aldo Dantas (PMDB), Henrique encerrou movimentação, retornando a Mossoró, onde está baseado nos últimos dias.
Com informações adicionais da Coligação União pela Mudança.

CARAVANA DE ROBINSON FEZ MOBILIZAÇÃO NO SERIDÓ

A “Caravana da Liberdade”- da Coligação Liderados pelo Povo – passou pelos municípios de Parelhas, Florânia, Cruzeta e Acari na tarde e noite desta quinta-feira (18). A população fez expressiva movimentação para receber o candidato ao Governo do RN, Robinson Faria (PSD), em todas as cidades, vestindo de vermelho e demonstrando apoio.
Robinson passou por Cruzeta com boa movimentação (Foto: Liderados pelo Povo)
Em Parelhas, com o ex-candidato a prefeito, Humberto Gondim, e a liderança Ulisses Potiguar Filho, Robinson fez carreata pelas ruas do município.
Em seguida, a caravana seguiu para Florânia onde o prefeito Júnior de Janúncio e vereadores se integraram à carreata que arrastou uma multidão pelas ruas da cidade. Em comício, Robinson disse que sempre foi municipalista e que vai ser o melhor governador que o Rio Grande do Norte já teve.
A Caravana da Liberdade passou também por Cruzeta, com o apoio do ex-prefeito Sally, e em Acari, com o ex-prefeito Tom.
Estiveram também os candidatos da coligação Fábio Faria, candidato a reeleição, e Amazan, candidato a deputado estadual.
Com informações da Coligação Liderados pelo Povo.

ASSESSOR DE FÁBIO FARIA FAZ CAMPANHA PARA ROBINSON COM DINHEIRO DA CÂMARA FEDERAL.


A campanha de Robinson Faria (PSD) ao Governo do Rio Grande do Norte  ganhou um reforço pago pela Câmara dos Deputados, segundo dados oficiais do Congresso Nacional: O ex-prefeito de Santana do Seridó, Hudson Pereira de Brito.  Hudson Pereira ocupa cargo comissionado da Câmara dos Deputados, no gabinete de Fábio Faria, filho de Robinson, e tem trabalhado na campanha para o Governo do Estado ao invés de dar expediente em Brasília.

Hudson Pereira de Brito é cargo comissionado do gabinete do deputado federal Fábio Faria desde 2011. Ele recebe, segundo informações oficiais do site da Câmara Federal, R$ 15.624 por mês. Atualmente, divide suas funções entre o atendimento no comitê chamado Expresso 55, localizado em Natal  e a acompanhar Robinson e Fábio durante a campanha no interior.

Segundo a legislação, o uso de um cargo comissionado numa campanha política se trata de “conduta vedada aos agentes públicos” e pode caracterizar, no âmbito eleitoral, abuso de poder político. A prática também pode ser enquadrada como improbidade administrativa.

Informações obtidas no diretório estadual do PSD dão conta que Hudson tem recebido prefeitos e lideranças, além de agendado encontros para Robinson e Fábio. Já o Instagram do ex-prefeito mostra fotografias de visitas em cidades do interior do Estado em eventos da campanha.

Segundo a servidora do gabinete do deputado federal Fábio Faria, Magna Regina de Araújo Cruz,  Hudson Pereira não tem ido a Brasília porque “está direto na campanha”. “Ele está direto na campanha, só é possível falar através do celular. Ele só deve voltar aqui lá para o dia sete de outubro”, disse a servidora. A data estabelecida coincide com o fim do primeiro turno da eleição.
Fonte: Jornal D' Hoje

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

OS ANIMAIS TAMBÉM AMAM: QUEM DAR CARINHO RECEBE EM DOBRO...

Essa cena diz tudo
 
Humanos, morram de inveja!

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

ELEIÇÕES 2014: PANICO E MEDO NAS CAMPANHAS DE WILMA E HENRIQUE...


A pesquisa do Ibope, divulgada segunda(15) pela Inter TV Cabugi, provocou pânico na campanha de Wilma de Faria ao Senado e medo grande na de Henrique ao Governo. Afinal, o levantamento revela estagnação de Henrique e crescimento de Robinson; além de vantagem crescente de Fátima e queda de Wilma.

CLIMA
Não é dos melhores o clima entre partidários de Henrique e Wilma. O fato de Henrique ter influência sobre o Ibope, é visto pelos Wilmistas como sinalização de que o PMDB realmente não tem mais interesse na vitória de Wilma. Eles suspeitam também que teria havido queda também de Henrique, mas não foi identificado pelo instituto, o que provocaria um tsunami na campanha majoritária.

DIVISÃO
O pessoal ligado a Wilma acredita que o crescimento de Fátima Bezerra está vinculado ao fato de que lideranças do PMDB foram orientadas a votar na candidata do PT e não em Wilma, provocando elevação de um nome e queda do outro.

GOVERNO
Para o Governo do Estado, por mais que o grupo de Henrique ‘comemore’ a possibilidade de vitória em primeiro turno, está claro que a estagnação de um candidato com a força política e o poderio financeiro e partidário que Henrique tem, jamais poderia ficar sem conquistar sequer um ponto a mais de uma pesquisa para outra. Há cheiro de derrota no ar do PMDB.

SEGUNDO
Aliados do próprio Henrique afirmam que o pleito deve ser definido no segundo turno e que essa possibilidade seria muito ruim para o candidato do PMDB, pois passaria a impressão de derrota e enfraquecimento da candidatura. Por outro lado, para que isso ocorra, será necessário maior crescimento das candidaturas da oposição, em especial a de Robinson Faria.

TURNO
Em segundo turno, o tempo de propaganda no Rádio e na TV é igual; os deputados já estão eleitos e não se preocupam mais com a campanha majoritária; os recursos são mais fáceis de captar pelos dois lados e o candidato que tem mais rejeição, tende a ser o alvo do universo do eleitorado que não vota nele de jeito nenhum. Esse é o medo de Henrique não vencer o pleito no primeiro turno.

JOAQUIM BARBOSA DIZ: REELEIÇÃO FUNCIONA COMO A MÃE DE TODAS AS CORRUPÇÕES


Na primeira palestra após ter se aposentado, o ex-ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Joaquim Barbosa afirmou nesta terça-feira (16) que a reeleição funciona como a mãe de todas as corrupções. “Em países em fase de consolidação institucional, a reeleição funciona como a mãe de todas as corrupções”, disse Barbosa durante seu discurso no 13° Congresso Internacional de Shopping Centers, evento organizado pela Abrasce, entidade representativa dos shoppings do Brasil, na zona sul de São Paulo.
Barbosa atacou ainda o instituto da reeleição ao falar sobre mudanças que ele considera necessárias para o sistema institucional do país. O ex-ministro afirmou ainda que o período das campanhas deveria ser reduzido pela metade e que elas não levam informação aos eleitores. “Não acho que haja informação ao eleitor nesse sistema. Isso é um engodo”. Barbosa também defendeu a adoção do voto distrital. Segundo ele esse mecanismo “mudaria muita coisa no Brasil e pelo menos conseguiríamos eleger um número razoável de pessoas qualificadas e com relação direta com os distritos”.
O ex-magistrado criticou o fato de o país ter mais de trinta partidos políticos em seu sistema eleitoral. “É absolutamente irracional o país ter 32, 33 partidos. Havia um mecanismo que iria reduzir sensivelmente o número de partidos no país, a cláusula de barreira. Por meio da cláusula de barreira os partidos só teriam viabilidade funcional se atingissem um certo percentual dos votos válidos. Ela iria entrar em vigor em 2010, mas uma decisão infeliz do Supremo Tribunal Federal impossibilitou a aplicação da cláusula de barreira”.

TUDO TEM SEU TEMPO DE VALIDADE ...

agripino prestigio
Agripino está acabado politicamente. Um fiasco. Político bom é o que recebe e transfere votos”, comentou uma fonte política da coluna.